eua frances italiano
Home Formação Formação Bíblia: a Palavra de Deus

Bíblia: a Palavra de Deus

E-mail Imprimir PDF

apalavradedeus"Pois a palavra de Deus é viva, eficaz e mais penetrante que qualquer espada de dois gumes. Penetra até dividir alma e espírito, articulações e medulas. Julga os pensamentos e as intenções do coração."


Ao longo deste mês estamos sendo convidados pela Igreja a meditar e aprofundar mais o nosso conhecimento em relação a Bíblia, de tal modo que chamamos setembro o mês da Bíblia.

A Bíblia da qual deriva o palavra biblioteca, ou seja, conjunto de livros. Inspirados por Deus que se revela e se manifesta ao homem ao longo da história. Mais do que histórias diversas, personagens, contextos de época e períodos históricos, reis, rainhas, homens e mulheres, batalhas, derrotas e vitórias; a Bíblia nos conta a grande História, a maior de todas por excelência, a história da Salvação, na qual Deus se revela ao homem, faz com ele uma Aliança permanecendo fiel para sempre mesmo na infidelidade do homem; e na plenitude dos tempos envia seu Filho Jesus Cristo, que é a Palavra, o Verbo de Deus e a realização de toas as promessas divinas.

O Concilio Vaticano II nos exorta através das constituição dogmática Dei Verbum a cerca da Revelação Divina:


É preciso, pois, que toda a pregação eclesiástica, assim como a própria religião cristã, seja alimentada e regida pela Sagrada Escritura. Com efeito, nos livros sagrados, o Pai que está nos céus vem amorosamente ao encontro de Seus filhos, a conversar com eles; e é tão grande a força e a virtude da palavra de Deus que se torna o apoio vigoroso da Igreja, solidez da fé para os filhos da Igreja, alimento da alma, fonte pura e perene de vida espiritual. Por isso se devem aplicar por excelência à Sagrada Escritura as palavras: «A palavra de Deus é viva e eficaz» (Hebr. 4,12), «capaz de edificar e dar a herança a todos os santificados»,


Através destas palavras somos exortados a aplicar-nos continuamente a leitura, meditação e estudo da palavra de Deus, onde o próprio Deus se comunica com o homem revelando o seu amor e se transformando num apoio vigoroso da Igreja, solidez de fé para o filhos da mesma e fonte pura e perene  de vida espiritual.


O sagrado Concílio exorta com ardor e insistência todos os fiéis, mormente os religiosos, a que aprendam «a sublime ciência de Jesus Cristo» (Fil. 3,8) com a leitura frequente das divinas Escrituras, porque «a ignorância das Escrituras é ignorância de Cristo» (Sao Jerônimo). Debrucem-se, pois, gostosamente sobre o texto sagrado, quer através da sagrada Liturgia, rica de palavras divinas, quer pela leitura espiritual, quer por outros meios que se vão espalhando tão louvàvelmente por toda a parte, com a aprovação e estímulo dos pastores da Igreja. Lembrem-se, porém, que a leitura da Sagrada Escritura deve ser acompanhada de oração para que seja possível o diálogo entre Deus e o homem; porque «a Ele falamos, quando rezamos, a Ele ouvimos, quando lemos os divinos oráculos»


Que o Espírito Santo nos oriente conduza a um intima e profunda experiência diária com a Palavra de Deus e que Maria nos ensine a ouvir-la e a meditar no coração.

André Ferreira - Consagrado Obra de Maria

Missão Jerusalém

Hits: 1435
Comentarios (0)Add Comment

Escreva seu Comentario
smaller | bigger

security code
Escreva os caracteres mostrados


busy
 

Peregrinações

  • Peregrianções
  • Peregrianções

Últimas Notícias

Mais Visitados

Últimos Comentários

7 dicas para sermos
muito bom mesmo.
Incêdio destrói Sant
AS INTOLERÂNCIAS RELIGIOSAS são AS PROVA QUE SEUS
Incêdio destrói Sant
AS INTOLERANCIAS RELIGIOSAS são AS PROVA QUE SEUS
Hora da Graça
Fica muito a desejar, nós que andamos só sem condu
Cantar é natural e p
Que saudades de vcs... Foi aí que eu aprendi a ama